rafael

a fortuna crítica de utopia é imensa, densíssima, praticamente não temos nem como fazer ideia. então, aos poucos, vou pegando uma coisinha aqui, outra ali.

e entre os infindáveis deslindes, encontrei um muito interessante, de elizabeth mccutcheon (que está entre os principais estudiosos contemporâneos de more), sobre a figura de rafael: thomas more, raphael hythlodaeus, and the angel raphael, aqui, com acesso livre para leitura online.